Raça Preta seta Caracterização da Raça

vitelo

Com o objectivo de dissipar alguma heterogeneidade morfológica dos animais desta raça, a Associação de Criadores de Bovinos de Raça Preta, estabeleceu um padrão que é descrito no regulamento do Livro Genealógico da seguinte forma:

Corpulência: Grande (vacas 400 - 600 Kg, touros 700 - 1000 Kg)

Conjunto de formas: Os bovinos de Raça Preta são compridos, largos, de linha superior horizontal, de terço superior bem desenvolvido, de membros fortes, formando no seu todo um conjunto harmónico.

Pelagem: Tendendo para uniformemente negra, mas algumas vezes parda, ou tigrada, sendo estas últimas colorações de eliminar com o melhoramento futuro.

Mucosas: Sempre pigmentadas.

Pêlo: Pele abundante e grossa, com pêlo tupido e mais ou menos comprido segundo a época do ano.

Temperamento: Tendendo para dócil.

Cabeça: De tamanho médio, um pouco estreita. Perfil fronto nasal tendendo para o recto. Ligeira concavidade na fronte. Frente ampla e topete elevado. Cornos em gancho alto, crescendo no prolongamento um do outro lateralmente, para depois se elevarem a meio do seu comprimento para a frente e para cima.

Pescoço: Potente, musculoso, curto, grosso e com grande morrilho nos machos. Barbela abundante tendendo a reduzir-se por selecção.

Tronco: Tórax profundo e forte. Garrote elevado, comprido e cheio. Linha dorso-lombar musculada, horizontal ou com ligeira inclinação de trás para diante nas fêmeas e no sentido oposto nos machos. Abundam os dorsos afundados, devido aos defeitos de alto de garrote ou alto de pombinha. Garupa comprida, com desenvolvimento evidente das massas musculares e moderada projecção dos ângulos ilíacos e isquiáticos. Cauda de nascimento alta, comprida, grossa e abundante borla de pêlos no final, que nos machos chega a tocar no chão. Peito largo, costelas arqueadas, muito compridas, inclinadas para trás e de largos espaços intercostais. Tórax descido e profundo, em grau dificilmente superado por outros bovinos. Vazio amplo e com corda bem marcada. Ventre volumoso, proporcional ao desenvolvimento toráxico. Sistema mamário sem exagerado desenvolvimento, úbere protegido por pêlo sedoso, fino, untuoso, de cor preta ou preto-acastanhado, misturado com outros pêlos mais grossos muito mais compridos e fortes e ainda mais negros, que em tempos de inactividade funcional ocultam os tetos.

Membros: Proporções médias, ossos fortes e articulações poderosas. Braços curtos e antebraços compridos. Unhas fortes, duras, simétricas, unidas e sempre pigmentadas.

CARACTERES ELIMINATÓRIOS
São caracteres impeditivos da normal inscrição do animal no Livro de Adultos, toda a deformação física evidente, de natureza congénita, designadamente aprumos defeituosos e prognatismo, bem como as anomalias de coloração tanto na pelagem como nas mucosas, sendo de admitir pequenas malhas no úbere com tendência a eliminar.

 Copyright © 2008 | ACBRP Contactos | Sitemap | Desenvolvido por: Ruralbit